Advogados do Brasil e de Portugal! Todos os advogados de defesa on-line.


Comissão para a Eficácia dos Procedimentos de Aplicação - Lisboa, Portugal


O Presidente é eleito por todos os membros do Plenário, tem um prazo de três anos (a partir de Março de a Março de), renováveis por mais três anos (até Março de), e é imóvelNo período de Marte até Marte, o Presidente do Mestre Paula Meira Lourenço, Professor Assistente da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e Membro do Conselho Científico da Associação Internacional de Agentes de Execução (UIHJ), foi eleito por unanimidade por todos os membros na ª reunião Plenária, que aconteceu no dia de Marte. e) exigir de cada um dos Plenária Membros a informação necessária para preparar as reuniões Plenárias, principalmente o Conselho Executivo elaboração de documentos também executar os procedimentos necessários para a sessão Plenária, para exercer as suas responsabilidades: ii) Selecionar e designar a entidade externa responsável pelo desenvolvimento, definindo critérios de avaliação e de avaliação do exame de admissão para o programa de formação dos agentes de execução f) com antecedência suspender ou encerrar as reuniões Plenárias, sempre que circunstâncias excepcionais assim o exigir, mas somente por decisão fundamentada e tem de ser incluído na ata.

i) apresentar ao Plenário a base para a demissão de um Membro da comissão Executiva, que foi escolhido pelo Presidente e aprovado pelo Plenário Da Comissão para a Eficácia dos Procedimentos de Aplicação (CPEE) foi criado em Portugal, depois de um rigoroso e análise em profundidade, feita a partir de para, de todas as restrições legais encontradas nos processos de execução depois da reforma de entrou em vigor, e é baseado em uma resolução judicial, depois de uma ampla política e parlamentar de consenso, portanto, originário do Decreto-Lei nr, de de novembro, aprovada no uso de autorização legal, concedido pelo Parlamento, através da Lei n ° dezoito, de de abril.

Em de Março de, a CPEE iniciado a sua actividade como independente, pluralista e democrática órgão público para servir a Justiça civil, com base em princípios democráticos, que funciona como uma Plenária e da Diretoria Executiva, e é responsável, entre outros, para (artigo. A emissão de recomendações para a formação dos Agentes de Execução (independente de profissionais que trabalham como oficiais de justiça). O aumento da qualidade do acesso e de avaliação final exigências e procedimentos da formação período para se tornarem Agentes de Execução Analisando o cumprimento das normas legais e a defesa das incompatibilidades e impeachments dos Agentes de Execução Distinção atribuída ao Presidente da CPEE por sua intervenção sobre o tema"O sistema português de controle sobre a profissão dos agentes de execução, em conformidade com os critérios definidos Pela Comissão Europeia para a Eficiência da Justiça, No dia de junho de, a Agência russa de Agentes de Execução tem caracterizado a intervenção de Mestre Paula Meira Lourenço, o Presidente da Comissão para a Eficácia dos Procedimentos de Aplicação, durante a ª Internacional Teórico e Prático Conferência"a Eficiente Execução coerciva das Decisões Judiciais e Atos por outras Agências", que teve lugar em Kazan, nos dias oito e dez de junho de, no âmbito do Projeto de Cooperação entre a União Europeia e a Federação da rússia"Os Procedimentos de Aplicação e Eficiência da Justiça da Federação russa."No sua intervenção sobre o tema"O sistema português de controle sobre a profissão dos agentes de execução, em conformidade com os critérios definidos Pela Comissão Europeia para a Eficiência da Justiça (CEPEJ)do Conselho Europeu", o Presidente da CPEE destacou a importância dos procedimentos electrónicos em portugal e na aplicação de procedimentos de sistema, como uma forma de garantir rapidez, eficiência e transparência dos processos. As competências legais e as realizações da Comissão para a Eficácia dos Procedimentos de Aplicação como um ser independente, organização pública, em funcionamento desde, que garante o rigor e exigências sobre o acesso à profissão de agente de execução, anualmente a emissão de recomendações sobre a eficácia dos procedimentos de aplicação e execução de formação de agentes, bem como a definição de disciplina, inspecção e fiscalização dos agentes de execução, seguir estritamente a Recomendações e o CEPEJ de Orientações. Notar o grande interesse que o nacional modelo nestes assuntos tem gerado para o Projeto de Cooperação entre a União Europeia e A Federação da rússia e também presentes líderes de t.